Homepage Ozonoterapia  >  Hidrocolon  >  Perguntas frequentes

Perguntas frequentes sobre Hidrocolonterapia

Quem precisa de Hidrocolonterapia?

Disbiose - desequilíbrio da flora bacteriana intestinal que reduz a capacidade de absorção dos nutrientes causando carência de vitaminas. Este desequilíbrio é causado pela diminuição do número de bactérias boas do intestino e aumento das bactérias “más”.

A limpeza mecânica e biológica dos intestinos, promovida pela hidrocolonterapia, e a reposição da flora intestinal normal são fundamentais no tratamento de todos os casos de disbiose.

A toxicidade provocada pela obstipação, por não ocorrer uma eliminação intestinal adequada, passa a ser reabsorvida, produzindo uma “autointoxicação” do organismo. Doenças infecciosas, inflamatórias, reumáticas, musculares e articulares, de pele (como acne, psoríase, pigmentações), alergias, enxaquecas, hipertensão arterial, entre outras, também têm sido atribuídas a essa “autointoxicação” e consideradas indicações para a hidrocolonterapia.

Quais os efeitos da hidrocolonterapia?


A hidrocolonterapia promove uma limpeza mecânica do intestino, retirando as fezes acumuladas e incrustações das vilosidades intestinais. Revitaliza os intestinos, devolvendo-lhes o tónus e o ritmo, prevenindo e/ou tratando a obstipação intestinal e também doenças degenerativas do intestino, como pólipos, divertículos e neoplasias. Desintoxica os intestinos e, pela recuperação da permeabilidade de sua mucosa, facilita a drenagem do fígado e das vias biliares, do sistema linfático e dos órgãos pélvicos. A hidrocolonterapia constitui ainda peça fundamental em programas preventivos, de revitalização e anti-envelhecimento. Em resumo, a hidrocolonterapia é, sem dúvida, o principal recurso hoje disponível para a desintoxicação de todo o organismo.Adicionar conteúdo...

Como se realiza a hidrocolonterapia?


Como um sistema fechado de lavagem intestinal, com monitorização de temperatura, pressão e volume, a hidrocolonterapia oferece maior comodidade, segurança e eficácia que os métodos tradicionais de lavagem. Deitado na maca, o utente recebe, através de um tubo plástico, a água na temperatura indicada, que dissolve os conteúdos intestinais, os quais são drenados por um sistema tubular fechado. O visor do aparelho permite observar os conteúdos intestinais eliminados, facilitando o acompanhamento de cada utente. Com uma leve massagem na parede abdominal, o profissional de saúde palpa as zonas problemáticas e assim conduz o tratamento. A possibilidade de regulação da temperatura da água e de alternância frio-quente estimula o intestino a reassumir sua atividade, transportando os conteúdos estagnados para fora dos intestinos. A adição de oxigénio/Ozono favorece o desenvolvimento das bactérias da flora intestinal normal enquanto elimina bactérias causadoras de doenças.

Quantos tratamentos devem ser realizados?

O número e frequência da terapia dependem da condição de cada utente. A rotina costuma ser de oito a dez sessões num período de seis semanas a que se recomenda uma manutenção mensal ou bimensal de acordo com cada caso.